segunda-feira, 15 de março de 2010

Escolas de João Câmara estão com falta de professores

As escolas de João Câmara sofrem para completar o seu quadro de professores. A maioria estão se aposentando, o estado faz tempo que não abre concursos, as contratações seguem normas severas, não aceitando o professor que já tenha concluído o seu curso na universidade, deixando o professor formado em uma situação critica e a escola também por não poder contar com o seu trabalho. Os diretores ficam em uma situação difícil por querer ver a escola andando bem, com os horários preenchidos mas estão sentindo dificuldades em preencher o quadro. Eu fiquei muito triste por ver duas amigas otimas professoras serem dispensadas já estando em sala de aula por não atender os requisitos que o estado impôs no caso elas já tinham concluído a faculdade, sendo assim não poderiam mais lecionar. Imagine ai amigos, estudamos, pagamos caro para cursar uma universidade para quando concluirmos termos direito a ser reconhecidas, ter nosso emprego garantido, só que esta acontecendo ao contrário, ao concluir é que ficamos sem nada: sem emprego e sem chances de optar nem para um concurso pois o estado faz tempo que não abre essa porta. Isso é o cumulo eu faço aqui meu protesto como professora que sou e contratada também, pois estou na mesma situação visto que esse ano também concluo meu curso. Quero saber se não vai haver uma solução para este impasse, a cada dia vejo surgirem grandes dificuldades , a minha esperança e que haja uma mudança muito rápida, pois vários professores estão sendo prejudicados, pois além de trabalhar dependo de um salário mínimo não tem direito a férias, pis e Pasep etc...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

faça um comentario construtivo que venha a edificar